quarta-feira, 27 de outubro de 2010

ETIMOLOGIA 1 - Eleições



Étimo = do grego étumos, que significa 'o verdadeiro significado da palavra segundo sua origem'; logia = do grego logía, que significa ciência, arte ou tratado. Etimologia, portanto, é a ciência que estuda ou trata do verdadeiro significado das palavras segundo sua origem.

É interessante observar como algumas palavras, por força do uso ou da associação, acabam se corrompendo ao longo tempo, assumindo conotações completamente diferentes de seu significado original. Daí a necessidade de sempre buscarmos a etimologia das mesmas e entendermos melhor o que realmente significam.

Com as eleições ainda em andamento em nosso país, que tal conhecermos melhor o real significado de algumas das palavras ligadas a elas?

Brasil
Brasa + -il. Do português brasil = árvore Caesalpinia echinata, dita também pau-brasil. O nome da árvore, por sua cor, provavelmente deriva de brasa = carvão ardente, que, por sua vez deriva do antigo francês breze = brasa. Brasil também significa 'relativo a brasa'.

Campanha
Do latim tardio campanìa = os campos, a planície. Derivado do baixo-latim campanèus e campósus = terreno de exercício ou de batalha. O sentido militar só aparece em francês no século XVII.

Candidato
Do latim candidátus = aquele que veste a toga branca para exercer um cargo público; em Roma, os candidatos a cargos eletivos vestiam toga branca. Derivado do latim candèo = alvo, branco como a neve; estar inflamado, queimar; e do latim candìdus = branco, alvo; radiante, resplandecente; puro; venturoso.

Democracia
Do grego démokratía, de dêmos = povo + kratía = força, poder (do verbo grego kratéó = ser forte, poderoso).

Deputado
Particípio de deputar. Derivado do latim depùto = cortar, podar, avaliar, ter em conta de, julgar. Derivado do latim putus = puro, cuidado, sem mistura.

Eleição
Do latim electìónis = escolha, eleição; permitir a escolha. Derivado do latim elìgo = arrancar colhendo, levar, tirar, escolher, separar.

Governo, governar
Do latim gubérno = conduzir (nave), dirigir; figurado = gerir, administrar, governar. Adaptado do verbo grego kubernáó = dirigir o leme, administrar, governar.

Mandato
Do latim mandátum = encargo, cargo, comissão. Derivado do verbo latino mando = confiar, recomendar a, dar, entregar; encarregar, dar cargo.

Partido
Do latim partítus = que partilhou, que tomou o seu quinhão. Particípio passado do verbo latino partire = partir, dividir, distribuir, que, por sua vez, deriva do latim per = dar, fornecer.

Político
Do grego politikós = relativo a cidadão, que se compõe de cidadãos; relativo ao Estado, público; hábil na administração de negócios públicos; popular; capaz de viver em sociedade. Derivado do grego pólis = cidade + teîkhos = muro, muralha.

Presidente
Do latim praesìdens, particípio presente de praesidére = estar assentado adiante, ter o primeiro lugar; estar à testa de, dirigir, administrar.

República
Do latim respublica = coisa pública, o Estado, a administração do Estado. Derivado do latim rex, régis = rei, soberano + publìcus = relativo ao povo ou ao Estado, público. Rex e régis, por sua vez, derivam do verbo latino règo = dirigir em linha reta (sentido físico e moral).

Senado
Do latim senátus = conselho dos antigos, assembleia dos anciãos, senado (romano), reunião do senado, lugares reservados aos senadores nos teatros. Derivado do latim senìor = velho, ancião.

Voto
Do latim votum = voto, promessa (feita aos deuses), objeto de desejos, coisa desejada, desejo, desejo manifestado pelos esposos no ato do casamento; núpcias, casamento. Derivado do verbo latino vovèo = fazer voto, obrigar-se, prometer em voto; oferecer, dedicar, consagrar.

E então? Muitas surpresas?


Bibliografia: Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa - UOL

3 comentários:

  1. Perfeito! Parabéns! Òtimo trabalho!Eis uma curiosidade. Quando algum metidinho por aí diz: "I love you", pensa que está usando um verbo tipicamente anglo-saxônico. Triste equívoco! "Love" vem do velho latim "lubere" (com significado semelhante).Na história das línguas, sempre houve o troca-troca do "v" e do "b". Veja:avril/abril; taverna/taberna, etc. etc. (Contribuição do Prof. Wilson Taveira - UTFPR - wiltaveira@gmail.com)

    ResponderExcluir

Escreva aqui seu comentário, dúvida, crítica ou sugestão.